Feeds:
Artigos
Comentários

Posts Tagged ‘velhice’

O tempoTempo… esta palavra que muitos usam mas que dizem não o ter.

Enganam-se aqueles que dizem que não têm tempo.. Nós somos o tempo, o tempo está marcado em cada um de nós.

Somos fruto do tempo, do nosso próprio tempo.

Nascemos num tempo que fica sempre marcado em nós, que nos define, crescemos num tempo que nos alimenta a personalidade, e vamos vivendo num tempo que nos muda a cada segundo e nos transforma mediante o que ele trás consigo.

Tempo esse que passa sem esperar… tempo que deixa as suas marcas em nós, no nosso corpo e na nossa alma.

Só nos apercebemos disso quando recordamos o nosso passado, em fotografias, e relembramos o quanto jovens eramos. Mas, nesse mesmo momento, olhamo-nos ao espelho e notamos que o nosso corpo mudou, que o nosso rosto também mudou.

Fruto do tempo, do passar do tempo por nós.

E lá vão aparecendo, silenciosamente, aquelas pequenas linhas, a que chamamos rugas. Essas tais rugas não são sinónimo de velhice, mas sim de tempo passado, de marcas do tempo da nossa vida.

Cada uma dessas linhas comportam palavras que formam frases, que só nós podemos ler e entender.. Frases essas que retratam a nossa história, a história da nossa vida.

Ainda há aqueles que, cirurgicamente, teimam em mudar o corpo para apagar as linhas do tempo.. Podem realmente conseguir parecer mais novas do que são, mas o passar do tempo continua, e continuará, sempre presente nelas, mais que não seja, nas suas almas.

Quando olhamos para a face de um idoso, carregada de linhas do tempo, podemos ver o quanto o ele passou por elas, o quando o tempo as marcou.

Todas elas transportam consigo um acumular de experiências, de vivências, de histórias, ou seja, de uma vida completa.

«Envelhecer» é o caminho normal das coisas, e é o tempo que nos leva a esse caminho.

Cada um de nós pode, e deve, atenuar o tempo, já que não o podemos eliminar.

Para isso, só depende de nós aproveitar esse mesmo tempo ao máximo, gozando cada hora dele, brincando com cada minuto, rindo dos seus segundos e vivendo com alegria os seus milésimos de segundo.

Todos os dias, dia após dia..

Para que no final, quando voltarmos a olharmo-nos ao espelho, possamos ler nas nossas linhas, frases de felicidade e de uma vida vivida ao máxima, sempre com alegria.

Sejamos felizes, o tempo não espera por nós!

Marta Costa

Anúncios

Read Full Post »